sábado, 28 de março de 2015

Fla quebra maldição da Papagaio de Vintém e chega à liderança e à artilharia diante do Bonsucesso




OS 90 MINUTOS
Apesar da vitória em ritmo de treino, o Flamengo teve fraca atuação. E diante de um Bonsucesso limitado tecnicamente, o jogo no Engenhão foi pra lá de sonolento. Fora o grito de gol, a torcida só se animou ao pedir a entrada de Paulinho, mas não foi atendida por Luxemburgo. Como abriu o placar logo aos 17 minutos do primeiro tempo, com Cirino, o Rubro-Negro praticamente administrou até o fim, quando ampliou com o jovem Matheus Sávio. E se não fosse Paulo Victor, o Bonsucesso teria feito o que não conseguiu diante dos outros grandes neste Carioca: gol. Mas o goleiro fez milagre em cabeçada à queima-roupa de Denilson e ainda defendeu um pênalti de Fernando

PANORAMA
O Fla chega a 32 pontos, dorme na liderança isolada do Carioca e pode garantir sua classificação para a semifinal já neste domingo, em caso de derrota do Fluminense para o Barra Mansa. Na próxima rodada, o Rubro-Negro tem pela frente o clássico Fla-Flu, no outro domingo, no Maracanã. Já o Bonsucesso, que segue ameaçado de rebaixamento com oito pontos, a dois do Z-4, visita no mesmo dia o Macaé, no Moacyrzão.

PÚBLICO E RENDA
O público foi pequeno no Engenhão: apenas 4.207 pagantes (5.707 presentes). A renda foi de R$ 142.820,00.

Fonte: Globo Esporte


Leia mais...

Vice do Fla diz que 'dinheiro não é problema' por Montillo, mas tem plano B

FRAME - Coletiva de Montillo no Ninho do Urubu sobre o interesse do Flamengo (Foto: Reprodução/LANCE!TV)
Nome mais cotado para vestir a camisa 10 de Flamengo, o argentino Montillo ainda segue forte nos planos da diretoria. Em um evento com torcedores na Gávea, o vice de futebol Alexandre Wrobel garantiu que o maior problema para a vinda do jogador não é o dinheiro envolvido. Em contrapartida, Wrobel deixou claro que o Flamengo irá voltar toda sua força para contar com o argentino. Entretanto, já tem outro nome em vista caso a negociação não tenha um desfecho positivo.

– O atleta abre mão da multa contratual, aceita vir ganhando metade do que recebe na China, e disse que no Brasil só joga no Flamengo. Ele está fazendo tudo que é possível para vir. Os chineses foram muito duros, mas o problema não é dinheiro. A questão é que eles não querem liberar o principal jogador na Copa da Ásia. Continuamos batalhando, a janela fecha agora em abril e depois abre em julho, mas aí ele perderia 12 rodadas do Brasileirão. Temos um plano B, mas vamos, primeiro, esgotar o plano A – declarou o dirigente.

Vale lembrar que, no início do ano, a comissão técnica anunciou a numeração fixa do elenco, mas deixou a camisa 10 sem dono.

Fonte: Lancenet
Leia mais...

CBV pode tirar Mundial do somatório de pontos por vaga nas Olimpíadas



A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) pode retirar o Mundial da Holanda do somatório de pontos pela vaga nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, em 2016. A lista de classificados para o Mundial da Holanda foi divulgada no dia 20 de março pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) com oito duplas do país e gerou insatisfação em algumas delas. As quatro do feminino são Larissa/Talita, Ágatha/Bárbara Seixas,Juliana/Maria Elisa e Fernanda Berti/Taiana. No masculino, Alison Cerutti/Bruno Schmidt, Ricardo/Emanuel, Pedro Solberg/Evandro e Vitor Felipe/Álvaro Filho serão os representantes.
O problema é que parcerias bem ranqueadas no Circuito Brasileiro, como Bruno/Hevaldo (única dupla com chances do título nacional além dos campeões olímpicos Ricardo e Emanuel) e Maria Clara/Carol (terceira do ranking entre as mulheres) ficaram de fora da competição. O fato não foi bem aceito, principalmente pelas filhas da ex-jogadora Isabel, que se sentiram prejudicadas na corrida olímpica.
De acordo com os critérios para a corrida olímpica publicados pela entidade em janeiro deste ano, serão quatro vagas. Duas delas (uma no feminino e outra no masculino) são reservadas a quem obtiver o maior somatório de pontos em oito das dez etapas (descartam-se os dois piores resultados, caso a dupla dispute os dez eventos) do Circuito Mundial de 2015 (sendo cinco Grand Slams, quatro Major Series e o Mundial da Holanda). Após as reclamações, a CBV cogitou excluir o Mundial da Holanda da contagem e, com isso, valeriam sete de nove etapas. A entidade ainda conversa com os atletas durante a etapa de Salvador, na Bahia, válida pelo Circuito Brasileiro, antes de tomar uma decisão definitiva, o que pode acontecer ainda neste fim de semana.
As irmãs Maria Clara e Carol estão em terceiro no ranking nacional, à frente de Fernanda Berti e Taiana, em quinto. Por isso, o fato de serem preteridas do Mundial enquanto a outra dupla está na lista as desagradou. No critério atual, o torneio internacional vale 1000 pontos na corrida olímpica, enquanto cada etapa de Grand Slam conta 800. Na realidade, a CBV indicou seis parcerias de cada gênero para o Mundial da Holanda, e a FIVB definiu os classificados com base no ranking de entradas no Circuito Mundial. Nesse caso, Fernanda Berti e Taiana são a quarta dupla, e Maria Clara e Carol aparecem como reservas, em quinto. Josi e Elize Maia são a sexta parceria. No caso do masculino, os reservas são, em quinto, Guto e Allison Francioni e, em sexto, Bruno e Hevaldo. 
Vôlei de Praia Larissa e Talita (Foto: Paulo Frank / CBV)

No caso do Circuito Mundial 2015, são três vagas no feminino e três no masculino. A primeira é a melhor da temporada passada da competição (Juliana e Maria Elisa, atuais campeãs, e Alison e Bruno Schmidt, terceiro lugar); a segunda é a dupla campeã do Circuito Brasileiro (no feminino, Talita e Larissa, já com o título garantido de forma antecipada e, no masculino, Ricardo e Emanuel ou Bruno e Hevaldo); e, por fim, uma terceira parceria, por índice técnico. 
Critérios dos torneios

Mundial da Holanda - 4 duplas em cada naipe de acordo com o ranking de entradas do Circuito Mundial;

Circuito Mundial 2015 - em cada naipe, melhor dupla do Circuito Mundial 2014; campeã do Circuito Brasileiro 2014/2015; e indicação técnica da CBV;

Olimpíadas 2016 - 2 duplas em cada naipe: uma de acordo com os pontos no Circuito Mundial 2015 e outra por indicação da CBV.
Diferentemente do Circuito Mundial, o Mundial da Holanda não possui qualifying. Participam apenas as duplas presentes na lista da FIVB. Ou seja, Maria Clara e Carol não poderiam se inscrever para lutar por uma vaga, nem Bruno e Hevaldo. Já nos Grand Slams, a CBV pode inscrever três parcerias que não estão classificadas para entrarem no "country quota". Essas duplas brigam entre si, já no local da etapa, e a vencedora passa para o qualifying. Caso vença, consegue enfim entrar na chave principal do torneio.
Uma das vagas olímpicas de cada naipe será definida pelo somatório de pontos do Circuito Mundial de 2015. Já a outra dupla, tanto no feminino quanto no masculino, será definida pela CBV no início de janeiro de 2016. Os indicados seguirão um critério técnico. A definição dos parâmetros pela vaga nos Jogos do Rio, em 2016, foi estabelecida junto aos jogadores e é bem diferente do que aconteceu na corrida para as Olimpíadas de 2012, em Londres. Na ocasião, os nomes foram definidos somente 40 dias antes dos Jogos, levando em conta o ranking da FIVB.
O Mundial da Holanda, comumente chamado pelos atletas de Copa do Mundo, será realizado de 26 de junho a 5 de julho, e terá quatro cidades como sede, Roterdã, Amsterdã, Apeldoorn e Haia. Serão 48 duplas de cada gênero, totalizando 96, e os times campeões receberão um prêmio de 70 mil dólares (quase R$ 230 mil).
Fonte: Globo Esporte
Leia mais...

Delair renuncia no Fla com duras críticas a Bandeira, que se defende



A política do Flamengo viveu um novo capítulo complicado nesta sexta-feira. Presidente do conselho deliberativo do clube, Delair Dumbrosck renunciou ao cargo por meio de uma carta, alegando orientação médica e citando "recentes episódios de confronto" que vêm acontecendo junto ao conselho diretor. Em entrevista ao GloboEsporte.com, Delair disse que vinha se estressando com muitos problemas internos do Fla.
- Tenho problema médico, mas sempre o contornei. Tenho recomendações para não me envolver em confusões. Porém, ultimamente o Flamengo não vinha me trazendo essa tranquilidade, e sim aborrecimento - afirmou ele, que já sofreu dois infartos e tem três pontes de safena e três "stents".
A mágoa maior de Delair é com o presidente Eduardo Bandeira de Mello. O ex-presidente do conselho deliberativo diz que foi ele quem levou Bandeira para a vida política do Flamengo anos atrás e enfatizou que não coloca qualquer dúvida em relação à idoneidade dele e dos demais que comandam o clube atualmente, mas criticou o fato de o mandatário estar antecipando receitas de contratos que têm vencimento nos próximos anos. Segundo Delair, Bandeira está prejudicando o caixa de quem assumir o Fla lá na frente.
- Ele está apoiado por uma turma de rapazes novos, que chegaram ontem e já querem sentar na janela. Tudo bem, ignora as pessoas experientes do Flamengo.
O maior problema entre os dois ocorreu por conta de uma lei de responsabilidade fiscal. De acordo com Delair, houve ingerência por parte de Bandeira, que teria se intrometido numa questão do deliberativo "talvez por vaidade".
- Nós estávamos discutindo uma reforma estatutária, e como parte disso uma lei de responsabilidade fiscal. O Eduardo tirou uma emenda sobre essa lei, que nós já estávamos discutindo. Falei com ele que não precisava, mas ele é teimoso, não sei se por vaidade, para dizer que ele fez. O problema é que convoquei o conselho para o dia 7 de abril às 19h30 para discutir a apreciação e a aprovação desse capítulo novo no estatuto, e ele foi lá e fez uma convocação para a emenda, que não tem uma vírgula diferente, para o mesmo dia, às 20h30. Isso tudo tem me trazido mais problema do que prazer de servir ao Flamengo. Então, preferi me afastar, porque daqui a pouco vou me aborrecer seriamente, e isso será prejudicial à minha saúde.
Ele está apoiado por uma turma de rapazes novos, que chegaram ontem e já querem sentar na janela. Tudo bem, ignora as pessoas experientes do Flamengo
Delair Dumbrosck, sobre Bandeira
Os desentendimentos entre as partes, de fato, foram vários. Segundo Delair, um deles foi porque todos os conselheiros queriam saber mais sobre a negociação que o Flamengo estava fazendo com o Maracanã, e a diretoria atual estaria arredia para dar explicações. Outro ocorreu porque a administração de Eduardo Bandeira de Mello queria colocar cota extra para os associados e cota de manutenção dos dependentes sem passar pelo conselho deliberativo.
- Jamais me meti e não me meteria nunca nas funções de qualquer outro poder, principalmente do Eduardo. Nunca quis discutir com ele se o Carlos Eduardo, quando foi contratado, custava muito ou pouco, se ele pagou quase um ano e meio de salário para o Felipe ficar sem jogar e depois o deixou ir embora, se está pagando muito ou pouco ao Eduardo da Silva, não discuto isso. Então, ele não pode querer se envolver nas questões políticas que são tratadas dentro do conselho deliberativo. Cada um cuida do seu pedaço.
Contactado pela reportagem após a entrevista de Delair, Bandeira de Mello disse não ter nada pessoal contra o ex-presidente do conselho deliberativo e comentou a opção dele.
- É uma decisão dele, e temos que respeitá-la. Ele colocou as razões dele, de saúde, e temos que respeitar isso.
A versão de Bandeira: adiantamento de receita aprovado
O presidente do Flamengo se defendeu das críticas, deu sua versão sobre o adiantamento de receitas e afirmou que Delair, em sua função no deliberativo, vinha perdendo os prazos estatutários para a votação das propostas da atual administração.
- Em primeiro lugar, todas elas foram aprovadas por unanimidade, inclusive com o voto dele. Em segundo lugar, as alterações foram todas feito dentro da MP de responsabilidade fiscal, que acabou de ser editada pela presidente da República, como de acordo com as emendas que a gente está querendo aprovar, que foi o que gerou essa situação toda. Eu e todos os outros presidentes de poder, vários ex-presidentes do clube e grandes rubro-negros protocolamos em setembro, se não me engano. Ele deixou passar todos os prazos estatutários e não colocou para votação. Esse conjunto de emendas está perfeitamente de acordo com as operações de adiantamento que fizemos. Em terceiro lugar, o Flamengo é o único grande clube brasileiro que está reduzindo o endividamento nos últimos dois anos, segundo qualquer entidade que avalia isso. Não faz o menor sentido dizer que o que estamos fazendo está em desacordo com a política de responsabilidade fiscal, muito pelo contrário.
Eduardo Bandeira de Mello presidente Flamengo (Foto: Reprodução SporTV)

Eduardo Bandeira de Mello também disse que "não é bem assim" a história de Delair tê-lo colocado na vida política do Flamengo. 
- Ele me indicou para o conselho de administração quando foi vice-presidente de marketing. Mas só entrei na vida política mesmo agora, quando fui candidato, atrás do grupo que está comandando o clube hoje.
Dividido por grupos políticas, o Flamengo terá eleição no fim do ano, e ainda existem muitas indefinições. Mas uma coisa certa é que, mesmo em desacordo com vários pontos da atual administração, Delair Dumbrosck vai ficar fora. Ele garantiu que não quer mais saber de vida política.
Veja a carta de renúncia de Delair Dumbrosck:
Prezado (a) Conselheiro (a) do Clube de Regatas do Flamengo.

Venho através desta, comunicar o meu afastamento em caráter irrevogável da Presidência do Conselho Deliberativo do Clubes de Regatas do FLAMENGO. Tal decisão dá-se por orientação médica, na busca da preservação da minha saúde, já que sou revascularizado, com três pontes de safena e três "stents" após ter sofrido dois infartos. Tenho rigorosa recomendação médica para me afastar de todos e quaisquer aborrecimentos quando possível, a fim de obter uma melhor qualidade de vida.

O mesmo instinto de preservação eu tenho pelo Flamengo, e penso que os recentes episódios de confronto que estão acontecendo entre as Presidências do Conselho Deliberativo e do Conselho Diretor poderão trazer prejuízos à imagem do Clube.

Desta forma e pelo exposto, desde já agradeço a compreensão de todos os conselheiros e principalmente àqueles que sempre contribuíram para o bom andamento das sessões no nosso Conselho.

Assim, torço para que a atual gestão esteja certa em sua política e que nos leve às retomadas das vitórias do nosso FLAMENGO, com as conquistas de títulos importantes.

Saudações Rubro-Negras.

Delair Dumbrosck
.
Fonte: Globo Esporte
Leia mais...

sexta-feira, 27 de março de 2015

Henry ganha camisa de Neymar de presente e brinca: "Não faça mais isso"

Neymar  (Foto: Rafael Ribeiro CBF)A vitória do Brasil sobre a França por 3 a 1 na quinta-feira, no Stade de France, parece não ter deixado todos os anfitriões chateados. Depois do jogo, o ídolo Henry deu uma de fã, foi ao vestiário da Seleção e ganhou a camisa 10 de Neymar de presente. Campeão mundial em 1998 como reserva na final e autor do gol que eliminou os então defensores do título na Copa de 2006, o ex-atacante conversou longamente com o craque do Barcelona, de acordo com o site da CBF.
- Vê se não faz mais isso. É falta de respeito vir aqui e ganhar da França em casa - disse Henry ao se despedir de Neymar.
O brasileiro revelou o teor da conversa, dizendo ter muita admiração pelo francês.
- Ele elogiou, dizendo que marcar 43 gols pela seleção brasileira aos 23 anos é uma grande marca, muito difícil de conseguir. Foi muito legal conversar com ele, um jogador que admirei quando criança e que tem muito que passar de bom - disse Neymar ao site da CBF.


Fonte:Globo EsporteAlém de Henry, outro ex-jogador francês esteve no vestiário da Seleção depois da partida. Foi Patrick Vieira, homenageado antes da derrota da França por ter defendido seu país em mais de 100 partidas. Levou os filhos Melvin e Jordan para tirar fotos com Neymar.

Leia mais...

Palermo coloca preço em argentino desejado pelo Barça: R$ 139 milhões

Paulo Dybala no clássico Barça x Real Madrid (Foto: Instagram)
Palermo colocou preço em Paulo Dybala, que estaria na lista de desejos do Barcelona para a próxima temporada. De acordo com o presidente do clube italiano, Maurizio Zamparini, o jogador não sai da equipe por menos de 40 milhões de euros (cerca de R$ 139 milhões). Em entrevista à rádio Kiss Kiss, o dirigente ainda disse que chegaram a oferecer 35 milhões (cerca de R$ 122 milhões), proposta que foi recusada. 

Zamparini declarou que irá esperar pelo final da temporada para conversar com o atleta e saber o que ele deseja do seu futuro. O atacante estaria justamente na mira de Ariedo Braida, diretor esportivo internacional do Barça. Além do clube catalão, Juventus, Napoli e Manchester United também teriam interesse.

As especulações em torno do acordo entre Barça e Dybala aumentaram depois que o argentino publicou em seu Instagram uma foto assistindo ao clássico diante do Real Madrid no Camp Nou no último domingo.

Fonte: Globo Esporte
Leia mais...

quarta-feira, 25 de março de 2015

Fla e Mogi fazem confronto direto por terceira vaga nas quartas de final

O Novo Basquete Brasil entrou em sua reta final de classificação para os playoffs e, nesta quarta-feira, um jogo é decisivo para a disputa da terceira vaga direta nas quartas de final da competição, já que as duas primeiras são de Bauru e Limeira. Com o mesmo aproveitamento (73,1%), Flamengo e Mogi se enfrentam às 20h (de Brasília), no Tijuca, com cobertura em Tempo Real do GloboEsporte.com.

O Flamengo tem uma desvantagem. Como levou W. O. no confronto com o Pinheiros, que não foi realizado pela falta de laudos liberatórios do Tijuca, o clube deixou de somar qualquer ponto. No basquete, quem perde recebe um ponto pela participação. Com isso, tem 44, um a menos do que o Mogi, seu principal rival na disputa pela terceira posição.

Na sequência final da fase de classificação, o Flamengo vai iniciar contra o Mogi uma série de quatro jogos seguidos como mandante, mas pode jogar sem Benite, com um dores musculares na coxa esquerda. Seu rival terá o mesmo número de partidas, mas todas como visitante. Com esses ingredientes, a promessa é de um duelo intenso em quadra. No primeiro turno, vitória do clube carioca por 98 a 94.

- Nesse momento da competição, onde os primeiro quatro colocados da tabela eliminam uma fase inteira dos playoffs, uma vitória é muito importante. Vamos jogar em casa, com o apoio da torcida, e estamos vindo de duas vitórias nesse retorno às partidas do NBB. Vai ser um jogo duro até pela posição dos dois times empatados na tabela, mas vamos entrar em quadra pensando sempre na vitória - disse Marquinhos, que marcou 25 pontos no jogo do primeiro turno.  

Confiante no crescimento do time nas últimas rodadas (são 12 vitórias em 13 jogos), o técnico Paco García não terá nenhum desfalque para pegar o Flamengo e espera repetir o desempenho do último jogo no Tijuca quando o Mogi venceu por 69 a 65, na segunda partida da semifinal do NBB 6.

- Vamos encarar o jogo com capacidade de lutar por cada bola. Sabemos que o Flamengo é uma grande equipe, campeã do mundo e do NBB. Eles são os favoritos, vão jogar em casa, com o apoio da torcida, mas o jogo vai começar 0 a 0 e vamos jogar cinco contra cinco. Na última vez em que jogamos no Tijuca, nós ganhamos e acho que podemos repetir esse placar – disse García.
EQUIPES PROVÁVEIS
Flamengo: Laprovittola, Marquinhos, Olivinha, Herrmann e Meyinsse. Técnico: José Neto.
Mogi: Elinho, Thomas, Shamell, Paulão e Tyrone. Técnico: Paco García.
Fonte: Globo Esporte
Leia mais...

terça-feira, 24 de março de 2015

Em jogo atrasado, Timão pega a Lusa para garantir classificação antecipada

O Corinthians mal teve tempo para limpar o uniforme após o lamaçal em Capivari e já estará em campo novamente nesta terça-feira. Com uma equipe praticamente toda reserva, o Timão enfrenta a Portuguesa, às 19h30, na arena, para garantir a classificação antecipada à segunda fase do Campeonato Paulista. A partida, válida pela quarta rodada, foi adiada em virtude dos duelos do Alvinegro na Taça Libertadores. 
Uma vitória diante da Fiel colocará o Corinthians com 29 pontos, 13 acima do Audax, terceiro colocado no Grupo 2 neste momento – restarão apenas 12 pontos em disputa. Terceira no Grupo 3, a Portuguesa ainda sonha com a classificação ao mata-mata. A Lusa tem 11 e pode ficar apenas um atrás do Botafogo se obtiver um triunfo na casa alvinegra.  
Luiz Flávio de Oliveira a partida. Emerson Augusto de Carvalho e Carlos Augusto Nogueira Júnior são os assistentes. O Premiere transmite a partida, e você acompanha, em Tempo Real com vídeos, no GloboEsporte.com
HEADER escalacoes 690 (Foto: Infoesporte)

Vagner Love Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr / Agência Corinthians)
Corinthians: Tite vai colocar em campo uma equipe repleta de reservas. Boa parte dos titulares ficará no banco. O zagueiro Felipe será reavaliado na terça pela manhã e deve atuar – Rodrigo Sam treinou na vaga dele na segunda. Bruno Henrique volta ao meio de campo após se recuperar de uma luxação no cotovelo esquerdo, enquanto o meia Petros será improvisado na lateral esquerda. A formação é a seguinte: Walter, Edilson, Felipe (Rodrigo Sam), Yago e Petros; Cristian, Bruno Henrique e Danilo; Luciano, Vagner Love e Malcom.
valdomiro (Foto: Marcos Ribolli)Portuguesa: única baixa no confronto diante do Mogi Mirim, o volante Betinho está de volta, mas não tem vaga garantida entre os titulares. O treinador Aílton Silva deve escalar sua equipe com Rafael Santos, Filipi Souza, Guilherme, Valdomiro e Paulo Henrique; Ferdinando, Bruno Piñatares (Betinho) e Léo Costa; Popó e Matheus Ortigoza.  
HEADER quem esta fora 690 (Foto: Infoesporte)


Corinthians: Fábio Santos (joelho direito) e Mendoza (coxa esquerda) estão em recuperação física. Gil e Elias estão com a seleção brasileira na Europa. 
Portuguesa: O técnico Aílton Silva tem todos os jogadores à disposição.

Leia mais...

Fim de novela: Guilherme renova com o Atlético-MG até dezembro de 2015

Guilherme Atlético-MG (Foto: Bruno Cantini)
Acabou a novela! Depois de muitas especulações, o atacante Guilherme vai ficar no Atlético-MG até o final desta temporada. A renovação aconteceu após uma reunião, na noite desta segunda-feira, com a presença do presidente do clube, Daniel Nepomuceno. O vínculo de Guilherme com o Galo, que se encerraria nesta quarta-feira, dia do aniversário de 107 anos do time alvinegro, foi estendido até dezembro de 2015. Os detalhes do novo contrato do jogador, de 26 anos, não foram revelados. Com isso, a possibilidade de o atleta, cujos direitos foram adquiridos por cerca de 14 milhões de reais, deixar o Galo sem proporcionar algum retorno financeiro à equipe, grande preocupação da diretoria, foi adiada.
A conversas entre as partes para um acordo começaram no segundo semestre de 2014. Nos bastidores, os agentes de Guilherme pleiteavam um contrato de quatro anos que rendesse cerca de R$ 20 milhões ao atleta, entre vencimentos e luvas. A proposta era considerada alta pela direção do Galo, que acenava com um vínculo por produtividade dentro teto salarial do clube. O impasse entre os dois lados foi se arrastando e chamando a atenção de clubes rivais, que ficavam só nas sondagens. Sem uma oferta oficial vantajosa para deixar o Belo Horizonte e impedido pelo regulamento de disputar a Libertadores por outra equipe, uma vez que foi inscrito pelo Atlético-MG na atual competição, o staff do atleta optou pela continuidade e pela vitrine no time comandado pelo técnico Levir Culpi, com quem Guilherme tem vaga cativa entre os titulares.
Lesões, gols importantes e títulos
A contratação de Guilherme foi anunciada pelo então presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, em março de 2011. O jogador foi apresentado à torcida no dia 25 daquele mês, dia do aniversário do Atlético-MG, como presente aos torcedores. Formado nas categorias de base do rival Cruzeiro, o atacante foi contratado pelo Galo junto ao Dínamo de Kiev, por quatro temporadas, e custou aos cofres alvinegros cerca de U$ 8,5 milhões (R$ 14 milhões na época). O alto valor da negociação tornou a contratação de Guilherme a maior da história do clube alvinegro.   
Em quatro anos de Atlético-MG, Guilherme disputou 130 jogos, vencendo 65, empatando 34 e perdendo 31. Ele marcou 26 gols com a camisa alvinegra. Alguns deles fundamentais para conquistas recentes do clube, como na Libertadores 2013 e na Copa do Brasil da última temporada. Além desses dois títulos, Guilherme também conquistou a Recopa Sul-Americana com o clube mineiro em 2014, e dois Campeonatos Mineiros (2012/2013).
Porém, a passagem de Guilherme no Atlético-MG acabou ficando marcada pela série de lesões sofridas pelo jogador. Foram 15 desde a chegada dele a Vespasiano. Em 2011, foram quatro lesões, todas na coxa direita. Em abril do ano seguinte, Guilherme sofreu um estiramento grau um na panturrilha esquerda, que o levou a ficar por duas semanas no departamento médico. Voltou a atuar em maio. Uma semana depois retornou para o estaleiro, de onde só saiu dia 14 de julho. Em 2013, Guilherme voltou a sentir dores na panturrilha e só estreou em campo no mês de março. Em maio, teve estiramento de grau um na coxa esquerda, mas voltou no mesmo mês. Em julho, sofreu a nona lesão, retornando no mês seguinte, mas em setembro sofreu um estiramento na região adutora da coxa esquerda. Regressou aos gramados em novembro, mas pouco depois sentiu uma fisgada na coxa direita e não atuou mais no ano, apesar de até fazer parte do grupo que fracassou no Mundial de Clubes, embora não tenha ido a campo no torneio.   
Guilherme começou 2014 com mais oportunidades e cotado a ser o substituto de Ronaldinho Gaúcho. Sem problemas musculares, ele teve boas atuações nas partidas que disputou com gols e assistências. Porém no dia 4 de maio, em um lance casual, o atacante sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo. Retornou no mesmo mês, mas em agosto voltou a apresentar um novo incômodo muscular: um estiramento na coxa direita. Retornou dois meses depois e foi um dos heróis da classificação alvinegra nas quartas de final da Copa do Brasil, diante do Corinthians, no Mineirão. No dia 21 de outubro, no empate por 1 a 1 diante o Bahia, quando o atacante vivia seu melhor momento no ano, foi substituído com apenas 13 minutos de jogo ao sentir dores no músculo anterior da coxa direita. Com a lesão constatada, o jogador ficou fora do restante da temporada. Em 2015, logo no primeiro treino na Cidade do Galo, ele voltou a se queixar de incômodo no mesmo lugar da última lesão. O jogador iniciou mais uma recuperação no departamento médico do clube. Atualmente, Guilherme passa pela fase de transição da fisioterapia antes de ser liberado para o trabalho físico com bola. 
Fonte: Globo Esporte
Leia mais...

segunda-feira, 23 de março de 2015

Caso Neymar: Ministério Público pede prisão de presidente do Barcelona

Horas depois de vencer o Real Madrid em clássico no Camp Nou, o Barcelona recebeu uma notícia que pode abalar suas estruturas políticas mais uma vez. A Audiência Nacional, tribunal espanhol que atua como Ministério Público, solicitou ao juiz Pablo Ruz a prisão do presidente do clube, Josep Maria Bartomeu, e do ex-mandatário, Sandro Rosell, pelas irregularidades encontradas na contratação de Neymar, em 2013. As informações são da rádio catalã "Cadena SER".
O tribunal solicitou dois anos e três meses de detenção para Bartomeu, que fazia parte da diretoria comandada por Sandro Rosell e ocupou a presidência do Barça justamente após a renúncia de seu antecessor diante das polêmicas sobre a chegada do camisa 11. Para Rosell, a pena pedida pelo Ministério Público é de sete anos e três meses.
O juiz Pablo Ruz vem conduzindo desde o ano passado um processo contra o Barcelona, como pessoa jurídica, e Sandro Rosell depois que a Audiência Nacional acusou o clube de fraude fiscal na contratação de Neymar ao Santos. No fim de 2014, Ruz adicionou Bartomeu entre os acusados e vem tentando recolher provas e depoimentos para tomar sua decisão final. Rosell, Bartomeu e até mesmo o pai de Neymar já foram ouvidos no tribunal.
Info_VALORES-PAGOS_NEYMAR-3 (Foto: Infoesporte)
Calcula-se que a fraude gire em torno de € 2,8 milhões (cerca de R$ 8,4 milhões). O Ministério Público acredita que Neymar tenha custado € 94,8 milhões (€ 82,7 milhões pela transferência e € 12,1 milhões por impostos), embora Sandro Rosell tenha garantido que a operação não passou de € 57,1 milhões diante da Justiça, em julho passado (o Santos alega ter recebido apenas € 17 milhões do montante). 
Em janeiro de 2014, logo depois de assumir a presidência, Josep Maria Bartomeu convocou uma entrevista coletiva para divulgar o contrato de Neymar e tentar esclarecer as divergências sobre o valor do jogador. Além dos € 57,1 milhões divulgados inicialmente pelo clube (€ 40 milhões pagos à empresa do pai do jogador e € 17,1 milhões pagos ao Santos), foram divulgados valores de luvas, comissão de agentes, direitos de imagem e acordos com Santos, N&N, Instituto Neymar Jr., que dão um valor final de € 86,2 milhões.
Fonte: Globo Esporte

Leia mais...

Destaque do 2º tempo, Everton revela que deveria jogar apenas 20 minutos

O meia Everton esteve ausente dos gramados por cerca de um mês por causa de um problema muscular e voltou a defender o Flamengo em grande estilo. O jogador foi um dos destaques do Flamengo na vitória por 2 a 1 sobre o Vasco, neste domingo, pela 11ª rodada do Campeonato Carioca. O atleta rubro-negro entrou no começo do segundo tempo e jogou até o final do clássico, o que não estava previsto, segundo o próprio revelou após a partida. 
Flamengo x Vasco - Alecsandro comemora gol (Foto: André durão)- No treino, o professor Luxemburgo falou que eu ia jogar 15 ou 20 minutos, mas ele precisou de mim antes, e eu pude ajudar a equipe. Não senti nenhum desconforto muscular, estou bem após o jogo.

Everton entrou no lugar de Gabriel e deu muito trabalho ao lateral-direito Madson, do Vasco, durante todo o segundo tempo. O meia ressaltou a importância da vitória no clássico.

- Dá mais confiança para os próximos jogos, até porque foi um jogo difícil. O Vasco é um time muito forte.

Fonte: Globo Esporte

Leia mais...

domingo, 22 de março de 2015

'Mudado', Sheik quer fazer prevalecer lado bom no Corinthians

Emerson Sheik (Foto: Alan Morici/ LANCE!Press)
Enquanto todos declaram o desejo pela permanência de Guerrero, o futuro de Sheik é ainda mais incerto no Corinthians. O jogador também tem contrato até o meio do ano (31 de julho) e sonha em renovar, mas o clube ainda não sabe quem declara vencedor da batalha “bom rendimento + fator decisivo + experiência x comportamento + idade + alto salário”.

O camisa 11, titular no duelo deste domingo, às 16h, contra o Capivariano, na Arena Capivari, quer provar que aprendeu todas as lições e está mudado, como tem declarado.

Os diferentes Sheiks causam receio a quem pesa prós e contras para sua renovação. Até virar o herói da Libertadores na final diante do Boca Juniors, o atacante havia feito 14 gols em 52 jogos, no intervalo de um ano. Depois, em quase dois anos, foram apenas 10 gols em 95 jogos, além de polêmicas extracampo – que, agora, ele jura terem acabado.

Em 2015, já teve um pouco de cada Sheik. Em campo, decidiu nos duelos contra o Once Caldas e São Paulo pela Libertadores. Fora, atrasou-se a um treino e demorou mais que o previsto na recuperação de dores no joelho direito, desfalcando a equipe em jogos do Campeonato Paulista e causando irritação no clube – foi cortado da viagem a Buenos Aires para o duelo contra o San Lorenzo. Casos assim fazem a diretoria esperar “até o último minuto” para ver se vale a pena continuar com ele.

Antes do episódio, ele já havia começado a temporada mais quieto. Após toda a polêmica, prometeu à comissão técnica e diretoria que não dará mais vacilos e decidiu que vai falar no campo para dar trabalho apenas aos rivais. Até para falar de renovação foge de confusão.
- Se não for aqui (o futuro), será em outro lugar bacana. Se eu não renovar, ainda serei eternamente grato ao Corinthians por ter aberto as portas para mim duas vezes - disse o jogador que, fora dos planos de Mano Menezes, foi emprestado ao Botafogo em 2014.

Aos 36 anos e com um salário de R$ 520 mil mensais, o jogador também sabe que será quase impossível manter os padrões em outro clube brasileiro. Quando esteve no Bota, o Timão pagava o salário e recebia metade do clube carioca. Se os “deslizes” fora de campo foram o que mais o atrapalharam, ele garante que não já bebe há mais de dois meses e que cortou más companhias. Este é o Sheik que a diretoria quer ter.

- Alguns meses atrás, abri mão de coisas que eram bacanas para minha vida. A gente trabalha o ano inteiro e quer curtir. Resolvi abrir mão de algumas amizades, de companhias que sempre querem levar a gente para o "bom" caminho, esse que nem sempre é bacana (risos). Tem hábitos que não são bons para atletas. Hoje, por conta da minha idade, estou colhendo frutos - disse.

OS DIFERENTES SHEIKS NO CORINTHIANS
**Até a final da Libertadores
Em campo: Sheik estreou pelo Timão em junho de 2011. Em um ano e um mês, disputou 52 partidas, fez 14 gols e deu 7 assistências. Ele foi primordial para os títulos do Brasileirão (2011) e Libertadores (2012) - no último, fez gol na semifinal contra o Santos e os dois da decisão contra o Boca Juniors (ARG), no Pacaembu.

Fora de campo: Em busca de apagar a saída traumática do Fluminense, o jogador não acumulou polêmicas extracampo. Na época, a grande dor de cabeça para o clube era seu então parceiro de ataque, Adriano. O atacante era irreverente, mas era exemplo no dia a dia.

**Polêmicas e saída

Em campo: No intervalo de um ano e oito meses - da final da Libertadores em diante até sua saída, em março de 2014, o camisa 11 alvinegro disputou 85 jogos e marcou apenas 9 gols, poucos em momentos importantes. Em contrapartida, foram 13 assistências no período. Ele conquistou três títulos (Mundial, Paulistão e Recopa), mas nenhum como protagonista. Reserva no início de 2014 com Mano Menezes, ele acabou emprestado para o Botafogo.

Fora de campo: Os quase dois anos foram marcados por longos períodos no departamento médico, atrasos a treinos e polêmicas. O jogador também foi vistos diversas vezes em festas e baladas e abusava nas provocações aos rivais. Um selinho no sócio Isaac Izar, dono do restaurante Paris 6, também aumento a pressão. Apesar disso, antes da final da Recopa o clube renovou seu contrato, que acabaria no fim de 2013, por mais um ano e meio.

**Nova etapa com Tite
Em campo: Após quase três meses parado, ele voltou ao clube com Tite. Como Malcom estava na seleção de base, ele virou titular ao lado de Guerrero e se firmou, com muita vontade. Foi decisivo nos duelos contra o Once Caldas e São Paulo, pela Libertadores. Voltou a lembrar mais aquele Sheik de antes da Libertadores...

Fora de campo: Não tem aparecido em eventos sociais e nem dado declarações polêmicas. Apesar disso, chegou atrasado a um treino, foi cortado do duelo contra o San Lorenzo, pela Libertadores, e deixou no ar "ter aprendido a lição". Desde então, tem procurado menos exposição.

Fonte: LANCENET! 
Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Notícias anteriores