domingo, 26 de junho de 2016

EM GRANDE JOGO, NOVO SISTEMA FUNCIONA E CORINTHIANS VENCE NA ARENA

 Corinthians entrou em campo na noite deste sábado buscando retomar uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro. O objetivo foi conquistado após uma vitória por 2 a 1 em cima do Santa Cruz.
O técnico Cristóvão Borges estreou na Arena Corinthians fazendo mudanças na equipe. Com a saída de Guilherme e a entrada de Luciano, o treinador conseguiu fazer a equipe movimentar mais no meio de campo e criar mais jogadas. Grande parte das jogadas passaram por Romero, Marquinhos Gabriel e Giovanni Augusto.
Os gols do Timão foram marcado por Luciano, que não marcava desde a temporada passada e se emocionou muito na comemoração, e por Ángel Romero. O goleiro Cássio falhou no lance do gol do Santa Cruz, marcado por Grafite.
Com o resultado, o Corinthians assume a terceira colocação da tabela, com 19 pontos somados. A 11ª rodada ainda tem mais oito jogos neste domingo, que podem influenciar na posição da tabela - Grêmio, Flamengo e Santos podem somar mais pontos que o Timão.

Ataque desencantou!

O Corinthians entrou em campo diferente dos últimos jogos. Sem a presença de Guilherme, Cristóvão deixou Giovanni Augusto atuando como meia central, enquanto Romero jogou pela direita e Marquinhos Gabriel pela esquerda. Luciano ficou como o homem mais avançado.
A alteração deu certo. Logo aos dois minutos, Romero recebeu de Giovanni Augusto, cruzou na área, mas Allan afastou para escanteio. Logo depois, aos seis minutos, Fagner deu uma caneta em João Paulo e tocou para Marquinhos Gabriel, que dominou e chutou cruzado. A bola passou com perigo à esquerda do gol do Santa Cruz.
Aos 11, Uendel invadiu a área e chutou cruzado. Romero pegou a sobra e tocou para Rodriguinho, que finalizou, mas não acertou o gol. Aos 15, o Timão chegou com perigo mais uma vez. Marquinhos Gabriel cruzou, Romero cabeceou no canto, mas Tiago Cardoso fez defesa salvadora.
Com grande domínio durante o primeiro tempo, o Corinthians não viu o goleiro Cássio trabalhar muito. Ao contrário dos atacantes do Timão. Aos 26, Luciano, que não marcava desde o ano passado, abriu o placar na Arena. Uendel cruzou e o atacante dominou sozinho, tirou do goleiro e marcou. Na comemoração, Luciano chorou muito no gramado. 1 a 0 para o Timão.
Aos 31, o lateral Uendel, que deu o passe para o gol, levou o primeiro cartão amarelo. Ele simulou uma falta dentro da área e o árbitro Wágner do Nascimento não deixou passar.
Logo depois, aos 36, foi a vez de Romero deixar o seu e, de novo, com participação de Uendel. O lateral enfiou a bola para Luciano, que encontrou Romero na pequena área. O paraguaio só desviou e balançou as redes ampliando o placar. 2 a 0 para o Timão.
A primeira grande chance do Santa Cruz só aconteceu no final da primeira etapa. Aos 44, Arthur recebeu pela direita e cruzou para Grafite, que livre, cabeceou por cima do gol de Cássio. A primeira etapa terminou com o Timão vencendo por 2 a 0 e demonstrando uma boa atuação, bem diferente das últimas partidas.

Falha de Cássio e três pontos

Com o placar favorável, o Timão retornou para a segunda etapa sem mudanças na equipe. Logo no primeiro minuto, Bruno Henrique rolou para Rodriguinho, que arriscou de longe. A bola desviou na defesa e foi para a linha de fundo.
Mesmo com um domínio maior do Corinthians, o Santa Cruz chegou ao seu primeiro gol após uma falha bizarra de Cássio. Aos sete minutos, Balbuena recuou para o goleiro, que errou o domínio e entrou a bola para Arthur. O jogador só tocou para Grafite, que com o gol vazio, só empurrou a bola. 2 a 1.
Dois minutos depois, Giovanni Augusto cruzou da direita e Balbuena subiu mais alto para cabecear. Tiago Cardoso fez grande defesa e impediu que o Timão aumentasse a vantagem.
Após a falha de Cássio e o gol, o Santa Cruz começou a aparecer mais na partida e dificultar mais a vida do Corinthians. Aos 18, Ángel Romero levou o segundo cartão amarelo, por retardar o reinício de jogo. Aos 23, a primeira mudança: Lucca entrou em campo no lugar de Giovanni Augusto.
Minutos depois, Romero recebeu lançamento longo, dominou com a direita e chutou. A bola foi pela esquerda do gol. Aos 29, Luciano perdeu a cabeça, reclamou demais e levou cartão amarelo.
Aos 31, o Santa Cruz voltou a assustar. Keno iniciou a jogada pela esquerda e Wallyson cabeceou sozinho. A bola foi pelo lado direito do gol de Cássio. Com a saída de Giovanni Augusto, a criação diminuiu no meio campo do Timão. Perto dos 40 minutos do segundo tempo também já era possível perceber o cansaço dos jogadores alvinegros.
Aos 38, o autor do segundo gol, Ángel Romero, deixou gramado para a entrada de Guilherme. O meia vinha sendo titular, mas foi sacado do time para a entrada de Luciano.
Nos minutos finais, o Santa Cruz voltou a dar trabalho para Cássio. Keno dominou e chutou forte, com curva. O goleiro corinthiano se esticou todo, mas a bola foi para fora. Antes do fim da partida, Cristóvão Borges ainda promoveu a última mudança na equipe: saiu Rodriguinho e entrou Willians.
Na próxima rodada, o Corinthians volta a Minas Gerais para enfrentar o América-MG. A partida acontece na quarta-feira, às 21h45, no estádio Independência.
Leia mais...

domingo, 12 de junho de 2016

Em busca do tetra, Alemanha vence Ucrânia na estreia da Eurocopa

Blog Esporte mundo Afora - informações notícias do futebol mundial

Em busca de seu quarto título continental (foi campeã em 1972, 1980 e 1996), a Alemanha, atual campeã da Copa do Mundo, iniciou sua caminhada na Eurocopa 2016 com uma vitória por 2 a 0 sobre a Ucrânia, neste domingo, no estádio Pierre-Mauroy, em Lille.
Mas não foi uma vitória tranquila. Pelo contrário!
Jogando com Gotze de "falso 9" e sem um centroavante de ofício, a seleção comandada por Joachim Low fez seu gol logo no início com o zagueiro Mustafi, que substituiu o lesionado Hummels - e, no final do jogo, quase fez um gol contra.
No entanto, os teutônicos sofreram bastante com a pressão da Ucrânia durante boa parte do primeiro tempo. Não foram poucos os momentos em que o goleiro Neuer precisou fazer defesas milagrosas para salvar o país.
No segundo tempo, porém, a atual campeã mundial restabeleceu o controle da partida e assegurou a sua primeira vitória na competição com um gol de Schweinsteiger (que igualou Lahm como alemão com mais jogos em Euros, 14), seguindo também sem nunca ter perdido dos ucranianos em jogos oficiais: agora, são três vitórias e dois empates.
Na próxima rodada do grupo C, a Alemanha faz clássico cheio de rivalidade contra a Polônia, quinta-feira, no Stade de France, em Saint-Denis, às 16h (horário de Brasília). No mesmo dia, mas às 13h, a Ucrânia duela com a Irlanda do Norte, em Lyon.
COMEÇO ELETRIZANTE!
A partida começou com tudo em Lille. Logo aos 3 minutos, Gotze, jogando de "falso 9", entrou driblando na área e foi desarmado, mas a bola sobrou para Draxler, que chutou à direita e quase marcou, animando a já festeira torcida alemã.
A resposta ucraniana veio no lance seguinte, com Konoplyanka batendo de fora da área e Neuer voando para espalmar bonito.
GETTY
Mustafi abriu o placar para a Alemanha
Mustafi abriu o placar para a Alemanha
Neuer que, aliás, passou boa parte do primeiro tempo jogando muito adiantado. Em lances de escanteio alemães, por exemplo, ele chegou a fircar no círculo do meio-campo.
Após um pouco de estudo, e de um lance que Jonas Hector tinha tudo para marcar, mas errou ao escorregar no gramado molhado do estádio Pierre-Mauroy, os alemães acharam seu gol.
Aos 18, em falta cobrada da direita por Kroos, o zagueiro Mustafi, que substituiu o lesionado Hummels, se desvencilhou dos marcadores e testou bonito, no ângulo, para abrir o placar, mesmo com seu "apenas"  1,84m de altura.
Primeiro gol do defensor do Valencia em seu 11º jogo pela seleção.
E SÓ MELHORA!
Quem esperava uma Ucrânia abalada após sofrer o gol, errou feio. Empurrada por sua barulhenta torcida, a equipe partiu para cima e por muito pouco não empatou aos 26. Em cobrança de escanteio, Stepanenko cabeceou forte, mas Neuer fez um milagre.
Pouco depois, Khedira quase matou o jogo ao receber ótimo lançamento por cima e sair na cara do goleiro. O volante tinha tudo para marcar, mas seu chute forte saiu ruim, e o goleiro Pyatov agarrou sem dar rebote, em ótima intervenção.


Na sequência até o apito final, só deu Ucrânia. E que pressão!
A melhor chance veio aos 36, quando, depois de excelente troca de passes, Konoplyanka ia fazendo o gol, mas Boateng salvou em cima da linha. Em cima, mesmo! A Uefa até mostrou o replay do lance no telão para provar, através da tecnologia, que a bola não entrou totalmente.
Aos 38, a tecnologia entrou em ação novamente depois que Yarmolenko anotou o tento de empate. Porém, o árbitro Martin Atikson acertou ao marcar impedimento e anular, como provou o tira-teima.
EMOÇÃO DE SCHWEINSTEIGER
GETTY
Schweinsteiger entra no fim, marca e sela a vitória da Alemanha sobre a Ucrânia
Schweinsteiger entra no fim, marca e sela a vitória da Alemanha sobre a Ucrânia
Na volta do intervalo, quem deu o primeiro susto foi Toni Kroos, chutando de fora da área e tirando tinta da trave de Pyatov. Querendo o gol, o volante do Real Madrid seguiu arriscando, e quase fez pouco depois, mas o arqueiro ucraniano defendeu.
A resposta do time amarelo veio com o zagueiro Rakitskiy batendo falta forte, no canto de Neuer, que caiu para fazer excelente defesa. No escanteio seguinte, Boateng quase se enrolou todo e deu de presente para o adversário marcar, mas conseguiu afastar.
Só que a Alemanha era melhor, e Pyatov teve que aparecer novamente para espalmar chute de fora da área de Khedira. Tocando melhor a bola, os teutônicos aliviaram a pressão sofrida no primeiro tempo, e controlaram bem os adversários.
Com dificuldades nas infiltrações, e com Mario Gotze levando a pior contra os fortes zagueiros em todos os lances, os comandados de Joachim Low arriscaram várias de fora da área, mas Pyatov seguiu em jornada inspirada e não deixou nada passar.
EFE/EPA/LAURENT DUBRULE
Schweinsteiger Gol Alemanha Ucrania Euro-2016 12/06/2016
Schweinsteiger marcou seu gol logo após entrar em campo, já nos minutos finais
Ozil teve grande chance quando saiu cara a cara com Pyatov, mas chutou nos braços do arqueiro. Na sequência, Mustafi se atrapalhou em recuo e quase marcou contra, mas a bola saiu pela linha de fundo. Quase uma bobeada fatal.
O técnico Joachim Low resolveu colocar então o veterano Schweinsteiger, que pouco jogou pelo Manchester United na temporada, devido a lesões, para ganhar ritmo. Não poderia ter dado mais certo! No último lance da partida, ele recebeu cruzamento da esquerda e, com um bonito chute de chapa, mandou na gaveta.
Mais emoção para os torcedores germânicos, que cantaram seu nome em uníssono e deixaram o estádio felizes da vida com a vitória e o gol do ídolo.
CLASSIFICAÇÃO
Com o resultado, os alemães somam três pontos e assumem a ponta do grupo C, ao lado da Polônia, que, também neste domingo, venceu a Irlanda do Norte por 1 a 0. Os teutônicos, no entanto, têm a vantagem no saldo de gols, e, por isso, ocupam a ponta.
Ucranianos, por sua vez, são lanternas, enquanto norte-irlandeses são os terceiros.
FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 2 x 0 UCRÂNIA
Local: Stade Pierre-Mauroy, em Lille (França)
Data: 12 de junho de 2016 (domingo)
Horário: 16h (horário de Brasília)
Público: 43.035 pessoas
Árbitro: Martin Atinkson (ING)
Assistentes: Michael Mullarkey e Stephen Child (ambos ING)
Cartões amarelos: Konoplyanka (UCR)
GOLS
ALEMANHA: Mustafi, aos 18 minutos do primeiro tempo; Schweinsteiger, aos 47 minutos do segundo tempo
ALEMANHA: Neuer; Howedes, Boateng, Mustafi e Hector; Khedira, Kroos, Ozil, Thomas Muller e Draxler (Schurrle); Gotze (Schweinsteiger) Técnico: Joachim Low

UCRÂNIA: Pyatov; Fedetsky, Kacheridi, Raktiskyi e Shevchuk; Sydorchuk, Stepanenko, Kovalenko (Zinchenko), Konoplyanka e Yarmolenko; Zozulya (Seleznyov) Técnico: Mykhaylo Fomenko
Leia mais...

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Novas camisas do Lyon 2015/2016

A camisa titular do Olympique Lyonnais predomina a cor branca, têm novamente linhas horizontais ao longo do manto, no entanto, desta vez elas são mais espaçadas e trazem uma linha mais grossa em azul e duas em vermelho ao redor.

Camisa Lyon 2015/2016 Home(casa)




Já o modelo da camisa de Lyon reserva (away), predomina a cor vermelha, trás um estilo mais clássico com gola redonda com dois botões. Detalhes azuis são observados na gola, três listras e no verso da barra.

Camisa Lyon away(Visitante)

As duas camisas estão disponíveis no site da loja Febre de Bola. Clique Aqui






Camisas de outros times:

Leia mais...

Novas camisas do Milan 2015/2016

A camisa do Milan 2015/2016 manterá a bandeira de Milão no lugar do símbolo do clube, um emblema branco com uma cruz vermelha ao centro. As listras voltaram ao modelo tradicional, a região dos ombros ficou cinza, e o resultado ficou excepcional. Conforme fotos abaixo:


Camisa Milan 2015/2016


Linda camisa do Milan, disponível na loja Febre de Bola.


Leia mais...

Novas camisas da Juventus 2015/2016

A Adidas apresentou as novas camisas titular e reserva da Juventus 2015/2016. Marcando assim a sua estreia com o clube alvinegro, já que entrou no lugar da Nike com um contrato de seis anos com a equipe de Pirlo.


Linda camisa, conforme foto abaixo:


Camisa Juventus 2015/2016

Para adquirir uma camisa linda da Juventus CLIQUE AQUI



Leia mais...

Novas camisas do Tottenham 2015/2016

A novidade para a camisa principal do Tottenham 2015/2016 é a faixa diagonal azul escura na parte frontal da camisa que cruza o manto da direita para a esquerda, passando sobre o logotipo da fornecedora e sendo interrompido apenas pelo patrocínio da AIA.

Linda camisa disponível no site Febre de Bola.


Camisa Tottenham 2015/2016


Para adquirir uma camisa do Tottenham 2015/2016 - COMPRE AQUI




Camisas de outros times:
Leia mais...

Novas Camisas do Newcastle 2015/2016

A camisa titular do Newcastle 2015/2016 traz o tradicional listrado vertical em preto e branco, conforme imagem abaixo:


Camisa Newcastle Home 2015/2016

Para comprar esta camisa do Newcastle 2015/2016, indicamos o site www.febredebola.com.br



Leia mais...

Novas Camisas do Manchester City

A nova camisa do Manchester City 2015/2016 continua no absoluto clássico, e isso faz com que essa camisa seja muito parecida com as camisas de temporadas passadas.


Para comprar uma camisa dos BLUES para você, indicamos o site Febre de Bola.


Camisa Manchester City 2015/2016



Camisa Manchester City 2015/2016 - KUN AGUERO



Para comprar esta camisa, compre no site www.febredebola.com.br



Leia mais...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Notícias anteriores